PÁGINA DA NOTÍCIA

Olhar para a manutenção da vida

10/03/2021

As questões de saúde são interdisciplinares. Se pensarmos sobre as principais habilidades envolvidas no desenvolvimento cognitivo e motor, não há nada mais simples do que o olhar. É por meio dele que é desencadeado o processamento visual.

Para que isso ocorra é preciso atenção, envolvendo uma série de processos. Assim, temos a capacidade de perceber o ambiente e estabelecer o que merece foco. Nesse contexto, especialistas defendem a importância de enxergar bem.

Por isso, qualquer mudança na visão ou, pelo menos, uma vez ao ano, dependendo da faixa etária, é válido ir ao oftalmologista para uma consulta de rotina. Foi por meio de visitas periódicas que o técnico eletromecânico Lindomar Bolzan de Morais, de 40 anos, recebeu o diagnóstico de que precisaria usar óculos.

Há seis anos foi constatado que ele tinha astigmatismo. Começou a usar óculos, por recomendação médica, quando precisasse ler ou para assistir televisão e manusear o telefone celular. Na profissão a visão é muito exigida, pois ele precisa de atenção para ler manuais técnicos, a maioria deles em língua estrangeira – inglês e italiano.

A cada ano Morais monitorava por meio de exames o astigmatismo. No ano passado o problema evoluiu e, além dele, foi diagnosticada a miopia. Desde então o uso dos óculos passou a ser contínuo.

No trabalho, o técnico ressalta que precisa ler com atenção para alcançar a precisão necessária. Morais conta que a leitura é frequente na sua rotina, inclusive quando está em casa. Lindomar Bolzan de Morais constata que os óculos lhe ajudam em todas as funções, melhorou sua saúde e, atualmente, não vive sem o acessório.

Por meio do caso relatado é válido destacar que cuidar dos olhos é um hábito que deve fazer parte de toda a vida. Isso porque a visão tende a diminuir com a idade e, por isso, é importante preservá-la para evitar problemas ao longo dos anos.

Como já citado aqui no blog, cada idade merece um nível de atenção para a manutenção da saúde ocular. A partir da idade do técnico eletromecânico, ou seja, 40 anos, é importante consultar um especialista uma vez ao ano.

É por meio de exames de rotina que é possível, por exemplo, verificar se a pressão intraocular está alta, o que pode levar ao desenvolvimento do glaucoma, doença silenciosa que causa cegueira. Para ajudar a tratar o problema, são usados colírios para diminuir a pressão ou, se isso não for suficiente, um tratamento com laser ou cirurgia.

Segundo entrevista ao portal G1 dada pelo assistente da Divisão de Clínica Oftalmológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, oftalmologista Samir Bechara, a partir dos 40 anos, 99,9% da população tem a chamada vista cansada ou presbiopia, que é a dificuldade de enxergar de perto por perda da capacidade de foco.

Isso acontece porque a lente dos olhos, o cristalino, perde capacidade com o envelhecimento. Conforme o médico que atua na USP desde 1989, para corrigir problemas mais severos existem cirurgias. Os óculos são a maneira mais corriqueira de atenuar esse déficit visual. Em alguns casos, que apresentam dificuldade também para ver de longe, é possível prescrever lentes multifocais, com grau para visualizar bem distâncias curtas e longas.

Não deixe de acompanhar outras dicas relevantes para a saúde dos seus olhos aqui no blog. Curta e compartilhe os conteúdos: facebook.com/santoolharoptica e instagram.com/santoolharoptica.

Compartilhe:

O QUE VOCÊ QUER BUSCAR?

#sigasantaoolharnasredessociais

PRECISANDO DE ÓCULOS?
 Quero um Orçamento
#vemprasantoolhar

Nosso foco é ver você feliz!