PÁGINA DA NOTÍCIA

Em cada óculos uma nova etapa da vida!

19/12/2020

Inúmeros podem ser os motivos pelos quais algumas pessoas não gostam de usar óculos: aparência, brincadeiras de amigos ou por não se sentirem confortáveis. Contudo, além de serem grandes companheiros de quem tem um problema visual, os óculos são um recurso estético.

E muito mais do que isso: os óculos são fundamentais para a saúde dos olhos. Quem usa o acessório há muitos anos sabe bem disso. Com a saúde ocular não se brinca. Qualquer mudança na visão ou, pelo menos, uma vez ao ano, é válido consultar o oftalmologista para uma consulta de rotina.

É dessa forma que o corretor imobiliário Douglas Fontana, de 32 anos de idade, preserva a visão. Por meio de consultas de rotina ele já trocou de armações pelo menos três vezes nos últimos nove anos, período que começou a usar óculos.

A primeira visita a um especialista foi originada após perceber um incômodo para ler na sala de aula. Na época, Douglas conta que foi diagnosticado com astigmatismo. Desde então, troca as lentes de acordo com a orientação médica. Atualmente, também tem miopia.

O corretor, que reside em Flores da Cunha, observa que os graus estão estabilizados há mais de um ano. Conta também que o uso dos óculos ocorre em 99% do seu dia. Seja em casa ou no trabalho, o acessório está sempre presente.

O único momento que Douglas Fontana não usa óculos é quando treina na academia, pois a visão não é tão exigida neste momento de lazer, segundo ele argumenta. Ele usa um óculos modelo clip-on, com um ímã acoplado na parte frontal da armação que permite o encaixe de lentes, principalmente escuras.

Nesse sentido, o avanço da tecnologia tem ofertado cada vez mais ao mercado vários tipos de lentes, bem como de armações com diferentes materiais. Seja para óculos com grau ou de sol.

Conforme cita a consultora óptica Fernanda Bolzan de Morais, depois da primeira etapa com o oftalmologista, inicia o trabalho orientativo do técnico, que consiste em apurar as especificações de cada cliente e ofertar as melhores opções para cada caso.

A profissional salienta que a escolha da armação adequada para cada tipo de rosto é tão importante quando a definição das lentes. Isso porque o acessório deve ter a lente perfeitamente centralizada por meio de medidas coletadas na ótica.

Fernanda complementa que é fundamental explicar todos os detalhes aos clientes, pois é responsabilidade da ótica indicar a armação adequada e informar os dados corretos ao laboratório para que sejam confeccionadas as lentes e montados os óculos.

A consultora óptica é enfática ao afirmar: se um dos processos falhar, quem fica prejudicado é o cliente. Ela recomenda ainda que as pessoas devem dar preferência a modelos que conjugam bom gosto e funcionalidade, garantindo harmonia e visão perfeita.

Foi dessa forma que o corretor Douglas Fontana chegou a um modelo com clip-on. Depois de quase uma década usando óculos, aprimorou o processo de escolha, garantindo a saúde e a capacidade visual.

As pessoas que são diagnosticadas com doenças oculares precisam ter em mente que os óculos ou as lentes de contato são métodos que corrigem a visão. Por isso, para outros problemas oftalmológicos, é necessário o acompanhamento periódico para evitar uma eventual evolução do problema.

Acompanhe outras dicas relevantes para a saúde dos seus olhos aqui no blog. Curta e compartilhe os conteúdos: facebook.com/santoolharoptica e instagram.com/santoolharoptica.

Compartilhe:

O QUE VOCÊ QUER BUSCAR?

#sigasantaoolharnasredessociais

PRECISANDO DE ÓCULOS?
 Quero um Orçamento
#vemprasantoolhar

Nosso foco é ver você feliz!